Anais do I Colóquio Semiótica das Mídias. vol. 1, nº 1. João Pessoa, PB: UFAL, 2012.

Imagens e narrativas de si: um estudo sobre as formas de representação do Povo Indígena Xucuru do Ororubá veiculadas em redes sociais

Annelsina Trigueiro de Lima Gomes
UFPB/UFPE

 

Este trabalho consiste no desenvolvimento de uma reflexão sobre formas de representação e mecanismos de apropriação das redes sociais como fluxos de expressão e reafimação da identidade étnica do povo indígena Xucuru do Ororubá, localizado próximo ao Município de Pesqueira, no Estado de Pernambuco. O estudo integra uma pesquisa mais ampla que realiazamos junto ao grupo, sobre o audiovisual e a reelaboração dos sentidos no processo de identificação cultural, visando compreender a dinâmica que impulsionou os Xucuru à condição de povo evidente e á dimensão de ser diferente numa sociedade marcada por mudanças no processo histórico. Neste trabalho particularmente, observamos como se manifesta nas redes sociais a multiplicidade de sentidos dos discursos produzidos no interior de uma cultura que se evidencia na sigularidade do modo de ser e de ver, que reelabora suas formas de expressão e práticas societárias a partir da valorização dos seus costumes, da interrelação com outras culturas e com a sociedade envolvente. Como suporte, analisamos a memória dos trabalhos de etnodocumentação e vídeos produzidos por jovens da própria etnia, veiculados no Yutube que contemplam: o cotidiano, rituais políticos, manifestações culturais e rituais religiosos sob forma de registro documental ou representação artística. Somamos a isso, outras peças postadas no Facebook que permeiam as interrelações dos jovens Xucuru com outros grupos.