Anais do III Colóquio Semiótica das Mídias. vol. 3, nº 1. Japaratinga, AL: UFAL, 2014.

O público e o privado na Copa do Mundo de 2014: as relações entre governo federal, Fifa e CBF via as colunas de Juca Kfouri e Tostão na Folha de São Paulo

Gilson Luiz Piber da Silva
Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS

 

Resumo

As relações entre o governo federal, a Fifa e a CBF foram tensas sobre as responsabilidades de cada entidade na organização da Copa do Mundo de 2014. As dimensões do acontecimento esportivo e o papel das instituições envolvidas serviram de objeto da cobertura jornalística numa região muito especializada, que é o colunismo esportivo, indo além da mera pauta editorial. Tais movimentos são feitos pelas práticas sociais e discursivas, e postos em circulação pelos campos e as instituições. Nosso problema busca apontar como Tostão e Juca Kfouri, em suas colunas publicadas no jornal Folha de São Paulo, abordam as relações entre o governo federal, a Fifa e a CBF sobre a Copa do Mundo de 2014. Optamos por analisar o momento “antes” do Mundial, compreendido entre 1º de janeiro de 2104 a 11 de junho de 2014, e como o relacionamento entre o público (governo federal) e o privado (Fifa e CBF) foi abordado pelos dois colunistas na Folha de São Paulo.

 

Abstract

Relations between the federal government, FIFA and CBF were strained over the responsibilities of each entity in the organization of the World Cup 2014. The dimensions of the sporting event and the role of institutions involved formed the subject of media coverage in a very specialized area which is columnism sports, going beyond mere editorial staff. Such movements are made by the social and discursive practices, and circulated through the fields and institutions. Our problem seeks to identify how Juca Kfouri and Tostão in his columns published in the Brazilian newspaper Folha de São Paulo, discuss the relationship between the federal government, FIFA and CBF on the World Cup 2014. We chose to analyze the moment "before " World , between January 1, 2014 to June 11 , 2014 and how the relationship between the public (federal government) and private (FIFA and CBF) was approached by the two columnists in the Folha de São Paulo.

 

Texto completo: PDF