Anais do III Colóquio Semiótica das Mídias. vol. 3, nº 1. Japaratinga, AL: UFAL, 2014.

Os sentidos controversos sobre as mudanças climáticas: uma análise do jornal OESP com base no discurso de suas fontes políticas

Luciana Miranda Costa, Camila Pinheiro C. de Miranda e Layze Machado da Silva
Universidade Federal do Pará - UFPA

 

Resumo

Este artigo analisou 87 matérias jornalísticas publicadas pelo jornal O Estado de São Paulo (OESP) a partir da utilização de suas fontes políticas. O tema escolhido foram as mudanças climáticas e o recorte temporal da análise correspondeu às publicações do ano 2009, período em que ocorreu a 15ª Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-15), cuja importância esteve associada à expectativa internacional sobre a possibilidade do estabelecimento de novas e mais audaciosas metas, por parte dos países participantes do evento, objetivando a redução da emissão de gases do efeito estufa. Buscou-se, com isso, compreender como essas fontes embasaram a construção das notícias e quais “formações discursivas” (FOUCAULT, 1995) deram sentidos à produção do discurso jornalístico. A base metodológica da pesquisa consistiu na utilização e consulta a teorias sociológicas, a exemplo de Bourdieu (1998); filosóficas, Foucault (1995); Teorias do Jornalismo, Traquina (2005) e Pinto (1999); e, principalmente, da Análise do Discurso de vertente francesa, com destaque para a obra de Pêcheux (1995). Os resultados da pesquisa indicam que o OESP legitimou e construiu seu discurso, predominantemente, a partir do uso de fontes oficiais ligadas ao governo federal e de fontes do campo científico. Por outro lado, a referência a agentes sociais importantes para o tema, como, por exemplo, ribeirinhos, indígenas ou pequenos agricultores foi escassa.

 

Abstract

This paper analyzed 87 newspaper reports published by the Brazilian journal O Estado de São Paulo (OESP) by through its political sources of information. The theme chosen was the “climate change” and the period analyzed corresponded to publications of 2009, when the COP-15 (15th Conference of the Parties to the United Nations Framework Convention on Climate Change - UNFCCC) happened. The importance of this meeting was associated with international expectations about the possibility of establishing new and more ambitious goals to reduce the hole in the ozone layer. This paper sought to understand how these sources of information provided the basis for the elaboration of the newspaper reports and which "discursive formations" (FOUCAULT, 1995) were important to the production of the journalistic texts. The theoretical and methodological basis of the research was found in sociological and philosophical theories (Bourdieu, 1998; Foucault, 1995); theories of Journalism (Traquina, 2005; Pinto, 1999); and, specially, in the French Discourse Analysis, highlighting the Pêcheux's theory (1995). The conclusions indicate that the OESP elaborated and legitimized its discourse, predominantly, by the use of official sources from the Brazilian federal government and from the scientific field. On the other hand, the reference to important social agents, as indigenous people or small farmers, was scarce.

 

Texto completo: PDF