Anais do III Colóquio Semiótica das Mídias. vol. 3, nº 1. Japaratinga, AL: UFAL, 2014.

Conversações sobre política no espaço público virtual: YouTube e os protestos de junho de 2013

Maria das Graças Pinto Coelho e Lídia Raquel Herculano Maia
Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN

 

Resumo

Neste estudo buscamos explorar as mutações paradigmáticas que ocorrem na apropriação discursiva sobre política a partir do uso da internet como espaço público de formação e disseminação de sentidos sobre o universo político. A partir de uma pesquisa exploratória com abordagem qualitativa, a empiria focaliza o espaço simbólico do YouTube, com o intuito de analisar as discussões políticas estabelecidas nos comentários do vídeo “Globo e os Protestos”. Para entender o fenômeno, iniciamos o estudo discutindo o potencial da internet enquanto espaço articulador no engajamento dos sujeitos em questões políticas e em seguida, problematizamos os aspectos que envolvem as práticas de conversação sobre política em redes sociotécnicas, para entendermos quais as regras, lógicas e valores que envolvem as trocas argumentativas evidenciadas nos comentários do vídeo analisado.

 

Abstract

This study aims to explore the paradigmatic changes that occur in the discursive appropriation about politics from the use of internet as public space for formation and dissemination of meanings about the political universe. From an exploratory research with qualitative approach, the empirical study focuses on the symbolic space of YouTube, in order to analyze the established political discussions in the comments of the video "Globe and protests." To understand the phenomenon, we initiated a study discussing the potential of the internet as articulator space on the engagement of individuals in political questions and then confront the aspects involving the practices of talk about politics in social and technical networks, to understand what rules, logics and values which involve the argumentative exchanges evidenced in the comments of the video analysis.

 

Texto completo: PDF