Anais do III Colóquio Semiótica das Mídias. vol. 3, nº 1. Japaratinga, AL: UFAL, 2014.

A concepção cômica do mundo a partir da linguagem dos memes da internet

Natália Botelho Horta
Universidade de Brasília - UnB

 

Resumo

O artigo tem como tema um fenômeno cultural que se estabeleceu como um gênero de expressão na web nas duas últimas décadas, os chamados memes da internet. Essa linguagem consiste na repetição de ideias, piadas e comportamentos e se dá pela apropriação paródica de determinada informação, que é ressignificada de maneira cômica e posteriormente replicada, implicando sempre em suas réplicas um processo de recriação. Nesse sentido, o objetivo desse artigo é entender como o meme configura uma concepção cômica do mundo. Para tanto, o estudo se fundamentará no do conceito de carnavalização de Mikhail Bakhtin, sublinhando a relevância da cosmovisão carnavalesca entendida como um “método de ressignificação” na concepção risível do mundo a partir dessa linguagem.

 

Abstract

The subject of this paper is a cultural phenomenon set as an expression genre in the web in the last two decades, the so-called internet memes. This new expression set consists in the repetition of ideas, jokes, behaviors and is based on the parodic appropriation of determinate information, which is resignified in a comic way and replicated afterwards, requiring a recreation process in every single copy. Thereby, the goal of this paper is to understand how this language sets a comic conception of the world. For this purpose, this study is predicated on the “carnivalization” concept of Mikhail Bakhtin, stressing the relevance of the carnivalesque worldview taken as a "resignify method” to achieve a laughable world conception through this language.

 

Texto completo: PDF