CISECO - Centro Internacional de Semiótica e Comunicação

:: Notícias

Do ato solidário da pesquisa ao compartilhamento de resultados e processos

 Ana Lúcia Medeiros Batista

A experiência vivida por pesquisadores que integram o grupo Dispositivos & Circuitos em Comunicação (D&C), coordenado por José Luiz Braga e Regina Calazans, aponta caminhos para que o exercício solitário da pesquisa científica possa transformar-se em um compartilhamento de resultados e processos.

Como dinâmica de funcionamento, os pesquisadores enfrentam conjuntamente desafios epistemológicos deixando fluir percepções e perspectivas em que ângulos diferenciados encontram confluência a partir de seus temas de interesse.

Os trabalhos do grupo D&C têm início em um seminário realizado em outubro de 2012, a partir da premissa apresentada por José Luiz Braga (em fase preliminar, à época), de que todos os processos sociais se desenvolvem tentativamente – a partir de problemas, necessidades e interesses inerentes ao próprio fato de compartilharmos o mundo da natureza e dos humanos. 

A base heurística de Braga é dada por quatro artigos apresentados pelo próprio autor em outros espaços: 

a) “Dispositivos Interacionais” (apresentado no GT Epistemologia da Comunicação – Compós, 2011).

b) “Uma heurística para a pesquisa comunicacional” (apresentado no Seminário PROCAD Unisinos/UFG/UFJF, 2011).

c) “La política de los internautas es producir circuitos”, in CARLÓN, Mário e FAUSTO Neto, Antônio (orgs.) Las políticas de los internautas, Buenos Aires: La Crujia, 2011.

d) “Circuitos versus Campos Sociais” (encaminhado, à época, para o Livro Compós 2012).

 

Da base heurística aos desafios nos processos interacionais 

 

Em maio de 2018, Braga reuniu-se em João Pessoa com os pesquisadores do grupo D&C que moram no Nordeste. Outros estão no Rio Grande do Sul ou em Brasília, o que revela a pluralidade de perfis dos integrantes do grupo que, com distintas observações sobre a realidade, estão unidos pela heurística do coordenador do grupo.

No novo encontro, “Dispositivos interacionais e circuitos da sociedade em midiatização”, Braga debate os desafios epistemológicos dos processos interacionais e apresenta o trabalho coletivo desenvolvido com o grupo D&C: o livro MATRIZES INTERACIONAIS – A comunicação constrói a sociedade (Eduepb, 2017). 

As experimentações presentes nos processos comunicacionais fazem parte das análises dos doze pesquisadores que integram a obra e observam processos comunicacionais, que são um elemento importante na construção social das estratégias interacionais, em   sistemas de relações – que podem variar conforme circunstâncias e demais singularidades do processo em ocorrência.

Os movimentos que dão corpo à obra foram observados empiricamente enquanto processos tentativos da teoria de José Luiz Braga. As estratégias interacionais ganham forma em capítulos com autores individualmente nomeados. “Não se trata de uma coletânea de artigos”, como esclarece Braga. O livro é uma produção conjunta do Grupo D&C, com a composição indicada na capa (na ordem dos capítulos), tornando possível um diálogo produtivo com a diversidade de enfoques e abordagens observáveis no campo comunicacional.

 

A obra na plataforma SciELO

 

Se em 2017 MATRIZES INTERACIONAIS: A comunicação constrói a sociedade chega às mãos do leitor em versão impressa, em 2019 o acesso livre à obra passa a ser possível a partir da hospedagem na plataforma SciELO. 

Criada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), a SciELO representa a plataforma-referência da produção acadêmico-científica e cultural da América Latina. “A inserção de uma obra na plataforma SciELO certifica a qualidade do produto acadêmico-científico”, garante o diretor da Eduepb, Luciano Nascimento.

Para estar disponível na Base SciELO, uma obra precisa atender a rigorosos critérios de avaliação. “Há critérios semelhantes aos que são adotados para o Prêmio Jabuti. A plataforma submete o livro a um procedimento de qualidade inequívoco. Ao ser aprovado para ser hospedado na Plataforma SciELO, o livro adquire uma visibilidade que nós não podemos dimensionar e, ao mesmo tempo, recebe o selo de qualidade”, explica o diretor da editora responsável pela publicação da obra do grupo D&C.

Sendo a produção mais recente da Eduepb a hospedar-se na plataforma SciELO, MATRIZES INTERACIONAIS: A comunicação constrói a sociedade soma-se a outros 45 títulos da Editora da Universidade Estadual da Paraíba que já ocupam seu lugar na plataforma. São obras que vêm despertando o interesse de leitores da Europa, da Ásia, dos Estados Unidos, como aponta o levantamento realizado mais recentemente: no período de 2013 a meados de 2019 foram feitos mais de quatro milhões de downloads, respaldando a qualidade das produções científicas à disposição para acesso livre.

 

Compartilhe!

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Todos os direitos reservados para CISECO - Centro Internacional de Semiótica e Comunicação

Top Desktop version